quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Descompasso

Me querem mãe,
e me querem fêmea.

Me querem líder,
e me fazem submissa.

Me fazem omissa,
e me cobram participação.

Me impedem de ir,
e me cobram a busca.

Me enclausuram nas prendas do lar,
e me cobram conscientização.

Me podam os movimentos,
e me querem ágil.

Me castram o desejo,
e me querem no cio.

Me inibem o canto,
e me querem música.

Me apertam o cinto,
e me cobram liberdade.

Me impõe modelos, gestos,
atitudes e comportamentos,
e me querem única.

Me castram, me podam,
falam e decidem por mim,
e me querem plena e absoluta.

Que descompasso !



Fonte: Autor desconhecido

2 comentários:

Roberta Granada disse...

Oi, quanta coisa bonita por aqui, como sempre,beijokas
http://agulhaetricot.com
http://agulhaetricot.blogspot.com
http://titacarre.elo7.com.br

Maria Emilia disse...

cade voce ..........esta tudo bem . emilia